Terça-feira, 1 de Abril de 2008

Polanski



Dwaj ludzie z szafa / Two Men and a Wardrobe (Roman Polanski, 1958). Segunda parte do filme aqui.

Mais curtas-metragens de Polanski enquanto estudante de cinema em Lodz aqui.

radiomafia às 12:06
link do post | comentar | ver comentários (1)
Quarta-feira, 19 de Março de 2008

fun is back

Mesmo sabendo que o novo "Funny Games" é um scene-by-scene, almost shot-by-shot, remake, in English, of his 1997 Austrian film of the same title, continuo a ter medo, muito medo.
radiomafia às 13:58
link do post | comentar
Segunda-feira, 10 de Março de 2008

Fantas

Coisas que vi e gostei no Fantas deste ano:


El Orfanato, 2007.

España. Provou-se no Fantas a excelente saúde do cinema fantástico espanhol, para onde foram os principais prémios. O Grande Prémio Fantas 2008 foi para “Rec” de Jaume Balagueró e Paco Plaza (que não cheguei a ver, e que espero pela prometida exibição nas nossas salas), e o prémio de melhor realizador para o catalão Juan António Bayona, pelo brilhante “El Orfanato” – um filme que, em diversos momentos, faz lembrar Los Otros/ The Otheres de Alejandro Amenábar, e que conta também com o dedo do mestre Guillermo del Toro na produção. Para Espanha foi ainda o prémio para Melhor argumento para La habitacion de fermat, de Luis Piedrahita e Rodrigo Sopeña e outros prémios individuais. 



The Lovebirds, 2007

Portugal. Bruno Almeida entrou no Fantas com promessa de prémio e saiu, sem surpresa, com um prémio - Prémio Especial do Júri da Semana dos realizadores. O filme, The Lovebirds, é uma espécie de “vedetas passeiam por Lisboa” – destaque para “Os Sopranos” Michael Imperioli (que passou pelo Fantas) e John Ventimiglia (o grande Artie - chefe de cozinha), ainda para Drena De Niro (sim, a filha) e para os portugueses Joaquim de Almeida, Rogério Samora e Rui Morrison. Há ainda um comovente Fernando Lopes, a fazer do próprio - um velho realizador de cinema -, e até o “Milionário 2007” Joe Berardo, também a fazer do próprio, o “Joe”, um homem rico e poderoso na indústria cultural (aqui como produtor de cinema), e com uma linguagem incompreensível (aliás, o português-madeirense-americano-tudo-ao-molho de Joe Berardo é uma boa parábola à confusão de línguas que se verifica ao longo de todo o filme, situação nem sempre bem resolvida). Quanto ao resultado, o filme tem alguns bons momentos e duas excelentes estórias – a do realizador de “Belarmino” a filmar, entre o cómico e o comovente, um combate de Boxe entre um actor e um boxer profissional que bate forte; e as escapadelas matrimoniais de um piloto de aviação, que é incapaz de dizer I love you à amante e se queixa de que as alturas lhe estão a tirar potência sexual. Nas restantes estórias, no entanto, o filme perde-se à volta dos clichés do very typical portuguese e da Lisboa Bairro-Baixa-Alfama. Sabe a pouco.
radiomafia às 13:39
link do post | comentar | ver comentários (5)
Quarta-feira, 5 de Março de 2008

não voltará a acontecer





1001 formas de abrir uma cerveja aqui.
radiomafia às 12:59
link do post | comentar | ver comentários (2)
Segunda-feira, 25 de Fevereiro de 2008

there will be blood



Estava prometido para ontem mas os Coen não deixaram. De hoje no entanto não passa: vai mesmo haver sangue. Desta feita, no Fantas.

 

Lindo foi ver Daniel Day - Lewis de Oscar na mão: o gajo não é actor,  é um homem invisível que simplesmente desaparece para dar lugar ao personagem.

radiomafia às 21:49
link do post | comentar | ver comentários (3)
Quarta-feira, 20 de Fevereiro de 2008

sex out of the city

Amsterdam plans to close down its most famous district, citing sleaze, criminal activity and human trafficking. If the plan goes through, the peep shows, sex shops and prostitute windows that line the small alleys and canals will have to go, giving way to galleries, boutiques and upscale restaurants and bars. Goodbye to the big neon signs advertising every possible form of sexual indulgence.

radiomafia às 22:54
link do post | comentar
Terça-feira, 19 de Fevereiro de 2008

championship manager

O Championship Manager até já é um bom jogo de estratégia de futebol: permite fazer a total gestão das contratações, dos treinos, das equipas e das substituições; a partir da versão 2007, permite inclusive “conversas de balneário” para motivação dos jogadores (dizem que assim é mais fácil dar a volta aos resultados) e reprimendas individuais a jogadores ("Marreta!!"). Mas continuava ali a faltar algo… Vai daí, um grupo de pessoas, reunidas no site My Football Club, sob o lema own the club and pick the team, decidiu fazer uma vaquinha e comprar um clube a sério. E refiro-me a comprar um clube mesmo, desses que jogam domingo a domingo, que tem jogadores, treinador, campo de futebol e até adeptos. Cada membro (neste momento, já mais de 20 mil) pagou 35 libras e, com o dinheiro realizado, compraram o Ebbsfleet United, clube inglês da 5ª divisão. Agora, os jogadores/ donos do clube são os únicos responsáveis pela sua gestão, desde as contratações, à táctica a utilizar e ao 11 inicial para cada jogo. A ideia é o treinador somente obedecer às ordens dos jogadores/ donos, que irão controlar todas as decisões por voto através do site. O objectivo neste momento é ter mais investidores (para interessados, comprar aqui), para se conseguir dinheiro para reforçar a equipa para a próxima época e, no futuro, o clube jogar na Premiership. É o jogo perfeito!


Ver estória aqui.

radiomafia às 13:44
link do post | comentar | ver comentários (4)
Terça-feira, 12 de Fevereiro de 2008

Dakar

As notícias de que o próximo rali Dakar (o que significará “Dakar”?) poderá emigrar para a América do Sul não são nada boas. Aquele território não é para Paris-Dakares ou Lisboas-Dakares ou lá como raio aquilo se chama. Aquele território não é para os betinhos brincarem a aventureiros nos seus jeeps trezentos cavalos. E nos camiões. Nem para todo aquele circo. Principalmente, o espaço que se fala – a fronteira entre Argentina e Chile - porque lá é o território sagrado da Ruta 40, que segue sempre entre a cordilheira dos Andes e o deserto argentino, onde há rectas de 50 km e poços de petróleo e cidades em oásis. Afastam-se dos rios que se criam do degelo dos Andes e descem abruptamente até à planície seca argentina e aí tornam as terras férteis (bom vinho) e habitáveis (Mendoza, San Rafael). Afastem todo esse ruído desse território porque não é vosso. Esse território pertence aos vaqueiros da Patagónia. Pertence aos chilenos e argentinos que diariamente atravessam a fronteira no expresso El Rápido, que só pára bem lá no topo dos Andes, perto dos três mil metros, onde é passado a pente fino pela polícia fiscal, enquanto os passageiros aproveitam para comer uma quente sandes de lomo e panchos. Aquele território pertence aos camionistas que diariamente atravessam a fronteira, serpenteando naquelas vias geladas e sem protecções. Pertence ao escritor austríaco que lá conheci e que por lá vive porque não gosta da Europa (que estará a escrever?). Pertence aos trabalhadores que escavam um interminável túnel entre a região de Mendoza e o Chile, para assim se poder fugir à neve e se colocar o vinho de Mendoza nos portos do Pacífico. Aquilo pertence às mulheres bonitas que correm pelo final da tarde no enorme parque de Mendoza, que a comunidade italiana ali criou quando chegou.

Meus caros: e que tal gastar o dinheiro do Euromilhoes para outra banda?

 

Descobri agora este fabuloso site, com imagens como destas  1, 2, 3, 4 e muito, muito mais.

radiomafia às 18:54
link do post | comentar | ver comentários (1)
Quinta-feira, 7 de Fevereiro de 2008

UFO

UFO # 1

UFO # 2
radiomafia às 13:59
link do post | comentar

mozilla

Este blog fica muito mais arrumadinho com o Mozilla, que, além de mais bonito, não parte os flash (como o IE aqui e aqui). Download grátis aqui para Mac e Windows. Não há desculpas.

radiomafia às 13:58
link do post | comentar | ver comentários (4)
Terça-feira, 29 de Janeiro de 2008

sos racismo

Gótico proibido de entrar em ônibus por levar noiva na coleira.  

radiomafia às 12:55
link do post | comentar
Segunda-feira, 21 de Janeiro de 2008

my friends

Abro o e-mail e vejo a seguinte mensagem:

One or more of your friends have birthdays coming up this week.
Check out who!


Eh pá, genial, ainda bem que agora existem estes sites que nos avisam para ligarmos aos nossos amigos nestas importantes datas, penso. E os amigos são sempre os amigos. Faço login no myspace e vou ver quem faz anos.
E lá está:

Friends Birthday Celebration - 20th January:  David Lynch

Oh diabo, o David Lynch?
O meu amigo David Lynch faz anos? Como me pude esquecer? David: parabéns pá! Desculpa não te ter ligado ontem, mas, bem sabes, por vezes a nossa cabeça está tão ocupada tão ocupada que até dos amigos nos esquecemos. Mas mesmo atrasado não podia deixar passar esta data. E então, diz-me, como vai isso? Está tudo bom contigo? E a família? Sabes, tenho falado muito com o Mike Figgis. Aliás, devo dizer-te que ele me deixa muito mais mensagens do que tu – não é boca nenhuma, mas queria deixar o reparo. Por acaso não ficaste zangado comigo por não te ter colocado o teu filme nas minhas escolhas de 2007, pois não? Não amues, pá, bem sabes que te adoro! Assim, como o Paul: o gajo que agora até já terminou aquele filme do petróleo (o Mike diz que o filme é uma bomba!) podia lembrar-se dos amigos, mas já não dá sinal de vida há meses - estará tudo porreiro com ele? Quando um amigo fica sem dar noticia muito tempo é obvio que fico preocupado. Vê lá se consegues saber algo, ok? Bem, parabéns pá! Vou beber uma cerveja por ti!

radiomafia às 13:59
link do post | comentar | ver comentários (3)
Domingo, 20 de Janeiro de 2008

assassination of jesse james



O primeiro excelente filme de 2008.

Fantástica também a banda sonora de Nick Cave (também dá uma perninha do filme) e do ex - Bad Seeds Warren Ellis. Obrigatório.

radiomafia às 21:20
link do post | comentar

o triunfo dos porcos

Hoje há eleições em Cuba e a população vai às urnas exercer o seu direito democrático. Apesar de um só partido surgir nos boletins de voto, ninguém parece querer arriscar um vencedor - a democracia é assim mesmo, até ao último voto ser contado nunca se sabe. Não se sabe mas eu aposto no Fidel. Estou com um feelling...

 

Podem seguir tudo escrito na mais que perfeita Novilíngua aqui.

radiomafia às 18:59
link do post | comentar
Sábado, 19 de Janeiro de 2008

awesome

Ceremony, Radiohead

Radiohead tocam New Order a tocar Joy Division.

(Thanxs P.)
radiomafia às 14:36
link do post | comentar | ver comentários (1)
Quinta-feira, 17 de Janeiro de 2008

não é brincadeira não

Amigos: a pastelaria Gostosona está distribuindo gratuitamente bolas de berlim, com o objectivo de se equilibrar com a pastelaria Docinho, que vai liderando o mercado. A Gostosona deseja deste modo aumentar sua popularidade no mercado das bolas de berlim. Basta enviar uma cópia deste e-mail para 8 (oito) dos seus contactos. Dentro de duas semanas você receberá em sua casa uma deliciosa bola de berlim. E há mais: se a mensagem for enviada para 20 (vinte) ou mais pessoas, então aí você receberá ainda um conjunto de seis mini-tortas de abacaxi e fica habilitado a salvar um moleque que nasceu com doença ruim. Importante: é preciso enviar uma cópia do e-mail para jojo@pasteisdagostosona.com. Não é brincadeira não. Eu enviei só para testar e agora estou recebendo bolos todos os dias. Bacana, né?

radiomafia às 21:05
link do post | comentar | ver comentários (1)
Domingo, 13 de Janeiro de 2008

rinconcillo


Rinconcillo, Sevilha


No Rinconcillo, a casa de tapas mais antiga de Espanha, bebe-se muita cerveja mas es prohibido terminantemente el cante.

radiomafia às 16:08
link do post | comentar | ver comentários (10)
Sexta-feira, 11 de Janeiro de 2008

hoje chove

Ver chuva em Sevilha, uma cidade que quase prescinde de telhados, é uma coisa sempre bela porque tao rara. É como um golo do Nuno Gomes.

radiomafia às 20:59
link do post | comentar | ver comentários (1)

1 + 1 = 3

 O estuário de Sevilha tem uma particularidade admirável: dado a imensa planície e o jogo das marés, o Mediterrâneo entra frequentemente pelo Guadalquivir, tornando o estuário umas vezes de água doce, outras de água salgada, outras ainda apresentando-se com uma distintiva mistura de ambas. Os pescadores agradecem.

radiomafia às 20:55
link do post | comentar

o hino

I. diz-me que o problema da desintegração de Espanha é  não terem hino nacional. Melhor, existe, mas só a música, letra não. Cantar o hino é cantar uma sequência de tchan tchan thcan (e gesticula um bater de pratos). E como é ridículo ver os atletas olímpicos cantarem tchan tchan tchan desde o pódio.

Discute-se, neste momento, uma letra para o hino.

radiomafia às 20:50
link do post | comentar

Lucio Costa sucks

Andrés Perea Ortega é uma estrela da arquitectura espanhola (sim, há vida para além de Callatrava). Como tal, arrasta sempre um montão de fans às suas conferências. Este fenómeno intensifica-se agora que se fala da nova jóia da coroa da exportação espanhola: uma cidade.

Andrés Perea ganhou o concurso para o desenho da nova capital da Coreia do Sul: uma cidade para 500 mil habitantes (para que Seoul possa respirar um pouco melhor). Perea apresenta o seu projecto para esta cidade. Meio milhão de habitantes, em 25 conjuntos operacionais de 20 mil cada, sempre misturando habitação (diversas tipologias) com industria e serviços. Diz que é o contraponto à cidade compacta do sec XIX (Paris, Londres) e à cidade dispersa do sec. XX (Los Angels). É uma tentativa de união entre as altas densidades e o campo (campo mesmo, com cultivo de arroz incluído). Propõe uma forma circular, com um grande parque natural do meio, como um enorme Donuts. Tem alguns princípios da Cidade Linear de Arturo Soria y Mata (também ele espanhol), que Ortega diz admirar. A nova cidade proposta tem grande um eixo de transportes, circular, bem no cento em volta de toda a cidade, em zig-zag (para proporcionar perspectivas diversas aos passageiros, refere); a partir deste eixo,  poderá ser acedida qualquer ponto da cidade a pé.  

Tudo parece previsto (até o local por onde vai passar um corredor de pássaros) e as soluções sempre sensatas. As imagens que vai passado são arrebatadores: fotos actuais do local, "fotos" futuras do local,  muitos 3Ds, edificios, plantas, praças, ruas, parques, áreas de arrozal, tudo em imagens, tudo real. Até as pessoas 3D que passeiam na cidade apresentam um sorriso de pura felicidade. Tudo perfeito e belo. Ortega termina a sua apresentação sob uma enorme ovação de um público ainda meio boquiabarto com o que acabava de ver. Eu próprio saio totalmente vergado ao projecto (onde se compram as t-shirts “Perea tu es lo mayor”?).

 

O futuro, bem sei, desmentirá tudo isto.

 

Parte das infraestruturas desta cidade estão já em construção. No entanto, o projecto poderá ser interrompido se a oposição sul-coreana (oposiçao política, mas também à ideia da transferencia da capital) ganhar.

 

Site de Andrés Perea.

radiomafia às 19:18
link do post | comentar | ver comentários (1)
Quarta-feira, 9 de Janeiro de 2008

fiesta 2

Hoje há um Sevilha – Barcelona no que mais importa: futebol. Onde compro os bilhetes?

radiomafia às 17:32
link do post | comentar

sangue latino

N. diz que na sua cidade natal – Burgos – há um grande bairro social, com uma série de blocos de apartamentos modernistas, onde as pessoas adoram andar na rua vestidos de fatos de treino. N. designa aquele bairro de Cuidad Olimpica.  

radiomafia às 17:27
link do post | comentar

fiesta 1

A cerveja Cruz Campo não nada de especial mas bem cumpre a condição mínima - apresenta-se fresca. Depois, temos sempre a Heineken, que é a melhor cerveja para pedir nos países onde a cerveja é fracote.

radiomafia às 17:24
link do post | comentar | ver comentários (2)

será isto o iberismo?

Almoçar em Portugal, jantar em Madrid, beber umas cañas em Sevilha.

radiomafia às 17:21
link do post | comentar
Segunda-feira, 7 de Janeiro de 2008

fast forward on tour

Exibição de curtas-metragens premiadas no Fast Forward Portugal no espaço Maus Hábitossábado, 12 Jan., às 23h. Apareçam. Pagamos uma cerveja.

radiomafia às 12:43
link do post | comentar
Quarta-feira, 2 de Janeiro de 2008

o que mais gostei

Na música e cinema em 2007.
(Pretendia, em ambos os casos, fazer uma lista de três escolhas, mas ficaram somente duas: foi muito fácil encontrar duas que se destacassem - e, para mim, destacaram-se folgadamente - e havia muitos pretendentes ao terceiro lugar do pódio. Vai daí, nada para ninguém - ficam somente as referências).


Música

Sound of Silver, LCD Soundsystem

James Murphy considera-se punk e diz que não gosta de música de dança. No entanto, a música que faz (também) é de dança. E até faz remisturas directamente para as pistas (a propósito, procurem uma remistura que fez de Young Folks, de Peter, Bjorn & John - sim, a dos assobios). Confuso? Não muito. Os LCD Soundsystem fazem o que os New Order fizerem nos anos 1980: um rock ao mesmo tempo ruídoso e melódico, com guitarradas junto a fortes batidas electro, com letras pop ora cor-de-rosa ora cinza escuro. O albúm que lançaram em 2007, Sound of Silver, é o mais belo conjunto de músicas ano: North American Scum, Someone Great, All My Friends (com aquele piano!...), New York, I Love You But You're Bringing Me Down, mostram o génio que James Murphy representa na música actual. Para comprovar (e dançar), aqui e aqui.


The Good the Bad and the Queen, The Good the Bad and the Queen

Quando acontece uma reunião de grandes músicos de diferentes bandas e influências, normalmente desconfio. Por regra, isto sucede em acções pontuais de beneficência, ou, mais frequente, significa que a inspiração já não é grande e estes músicos procuram sobreviver com os elevados créditos de cada um deles. O resultado, porém, é sempre inferior à soma das partes. Como diz uma amiga, o melhor é que parem e que constituam família.
Diferente é o projecto The Good the Bad and the Queen. A banda - um verdadeiro dream team -, é uma ideia original de Damon Albarn (Blur), e junta, além deste, Paul Simonon dos Clash, Simon Tong dos Verve e o “senhor afrobeat” Tony Allen. O resultado é um álbum denso, melódico, muito Pop mas pouco Britpop (quem procurar aqui o sinais dos Blur ou dos Gorillaz pode desistir). É um produto totalmente conceptual, narrativo (próximo de um livro?), que nos fala de uma Londres sombria, subterrânea, fumarenta, desumanizada e em guerra. O álbum apresenta-se como um conjunto de músicas que deve ser consumido como um todo e não se permite a escutas de faixas isoladamente (perde-se o “contexto”). Pode não dar para dançar, mas é do melhor para ouvir no carro. De longe, o mais original álbum do ano.
Ouvir aqui.

E mais:
Radiohead – In Rainbows
Arcade Fire – Neon Bible
The National - Boxer
The Shins - Wincing the Night Away
Animal Collective - Strawberry Jam
Interpol - Our Love to Admire

Cinema

The Flags of Our Fathers / As bandeiras dos nossos pais, de Clint Eastwod
Letters from Hiwo Jima/ Cartas de Hiwo Jima, de Clint Eastwod

Clint Eastwod é hoje uma pessoa central no cinema norte-americano. Tem uma já longuíssima e insuspeita carreira, enquanto actor e realizador, e é mesmo o último dos “grandes clássicos” de Hollywood. Enquanto realizador, assinou já trabalhos absolutamente brilhantes como Perfect World / Um mundo perfeito, Midnight in the Garden of Good and Evil / Meia noite no jardim do bem e do mal e Mystic River. Em 2007, e apesar da idade já avançada (ainda assim, um puto ao lado do “nosso” Oliveira), foi uma vez mais brilhante (na verdade, os filmes são já de 2006 mas só chegaram cá em 2007). E desta vez em dose dupla.
Eastwood propôs-se filmar a tomada norte-americana da ilha de Hiwo Jima ao Japão, durante a II GGM, em dois episódios para mostrar as duas perspectivas da guerra. Daqui resultaram duas obras absolutamente brilhantes. Flags of Our Fathers / As bandeiras dos nossos pais, o primeiro a estrear, conta a versão americana do combate a partir de uma fotografia dos militares a erguer a bandeira norte-americana na ilha e mostra como isso foi importante para a promoção da participação na Guerra (lembremo-nos da série Why we fight, de Frank Capra). O segundo episódio é Letters from Hiwo Jima/ Cartas de Hiwo Jima e baseia-se nas notas deixadas pelo comandante das tropas japonesas nesse combate. Este filme é, desde o início, uma comovente descrição dos sentimentos dos vencidos (e que o perceberam claramente desde o início), muito sério e que foge aos lugares comuns que, de algum modo, poderia cair.
Se é verdade que neste duplo projecto Clint Eastwood contou com toda a máquina de Hollywood (e trabalhou com pessoas como Spilberg na produção e Paul Haggis no argumento) devemos reconhecer - se dúvidas houvessem - que estamos perante um enorme realizador. Eastwood filma com a mesma qualidade com que o Dirty Harry dava porrada. Soberbo.

E mais:
Promessas Perigosas, de David Cronenberg
Zodiac, de David Fincher
À Prova de Morte, Quentin Tarantino
Control, de Anton Corbijn

Agora resta aguardar as novidades de 2008. Para já, expectativa máxima de novo para os Radiohead e, no cinema, para o regresso do Francis Ford Coppola (parece que é desta) e de Paul Thomas Anderson (que desta vez nos traz também Daniel Day-Lewis). Promete!
radiomafia às 23:33
link do post | comentar | ver comentários (3)
Terça-feira, 1 de Janeiro de 2008

Quiz 2008

Vamos lá saber quem é cidadão responsável e informado.

 

Quando se avistar um fumador, deve-se:

 

a)      repreende-lo com um “oh fumador, tu andas-me a matar!”;

b)      agarra-lo e chamar imediatamente a policia;

c)      atirar-lhe com uma pedra;

d)      puxar de um cigarro.

radiomafia às 20:59
link do post | comentar | ver comentários (2)
Domingo, 30 de Dezembro de 2007

já desconfiava

Poverty, Arab nationalism and alienation—all have been tested and rejected as causes of terrorist behavior. Now Oxford University academics have a new predictor: engineering.
Sociology professor Diego Gambetta and doctoral student Steffen Hertog reviewed the biographies of 404 Islamists who have carried out or plotted terrorist attacks since the 1970s. They found 78 had studied engineering and that engineers were represented nine times more among terrorist attackers than in their home-country populations.
What explains the link? Gambetta and Hertog suggest that engineers are drawn to terror because their mind-set makes them likely to systematize and simplify the world.
radiomafia às 21:40
link do post | comentar | ver comentários (2)
Segunda-feira, 24 de Dezembro de 2007

Bom Natal

Em 2002, os Arcade Fire tocaram clássicos de Natal numa festa entre amigos. Daqui saiu o "Christmas album", um albúm que, mesmo não pertence à discografia oficial, é uma peça hilariante desta banda. Aqui fica uma parte desta "coisa". E um Bom Natal para todos!



Jinglebell rock, Arcade Fire

(espero que desta vez o serviço Goear funcione)
radiomafia às 17:18
link do post | comentar | ver comentários (2)
Quarta-feira, 19 de Dezembro de 2007

por sms

O Sarkozy anda a comer a Carla Bruni.
radiomafia às 19:00
link do post | comentar | ver comentários (2)
Segunda-feira, 17 de Dezembro de 2007

seu tarantino

radiomafia às 14:09
link do post | comentar
Sábado, 15 de Dezembro de 2007

weekend

Sugestão: ver os vídeos dos Beirut* e ler Is photography dead?

*Nota: só para não tem paciência para vídeos musicais.
radiomafia às 13:43
link do post | comentar
Quinta-feira, 13 de Dezembro de 2007

pacman português



Horas realmente bem passadas...

(só para que conste: ninguém me bate no jogo. aceito apostas).
radiomafia às 12:52
link do post | comentar
Terça-feira, 11 de Dezembro de 2007

à portuguesa

Assassinatos a sangue frio. Vingança. Grupos rivais. Rajadas de metralhadoras. Rua Fonte dos Arrependidos.  A estória até começa a ser interessante, mas, convenhamos, com personagens de nome "Aurélio Palha" ou "Berto Maluco" isto perde todo o glamour.

radiomafia às 12:59
link do post | comentar | ver comentários (3)
Terça-feira, 4 de Dezembro de 2007

delicious



A China recentemente iniciou a invasão a Africa. Especialmente Angola, onde estão a construir grandes infraestruturas de transportes por troca pelo petróleo. No entanto, a tarefa não está a ser nada fácil. A Newsweek desta semana traz uma excelente reportagem sobre algumas destas dificuldades: campos minados, língua diferente e uma grande crispação cultural (“Africans and Chinese think differently”). Há trocas de insultos de parte a parte (“both sides accuse the other of looking or behaving like monkeys or pigs”) e os angolanos até acusam  os chineses de lhes andarem a comer os cães.

(e os amigos do rio Cuanza também já notam pela falta dos pobres animais?)
radiomafia às 12:57
link do post | comentar | ver comentários (3)
Sábado, 1 de Dezembro de 2007

o rei

Sábado de manhã. Acordo. Bem, mais ou menos.... A noite de sexta foi longa e teve cerveja. Não me consigo levantar. Preguiça. Estico um braço, ligo a rádio. Faço zapping. Ao escutar umas vozes, paro. O ideal para continuar na cama. Percebo rapidamente que quem fala é o nosso D. Duarte. Aquela voz não engana. Fala das coisas do costume. De como Portugal é bonito. E a agricultura saudável. Deixo-me estar. Depois o jornalista pergunta-lhe o que acha da entrada da Turquia na Europa. Responde que a Turquia é um país simpático, com uma História muito rica, mas que tem um grande problema: tem muitos turcos! E dá uma pequena gargalhada. Fico confuso. Eu não ouvi aquilo. Eu não ouvi aquilo daquela forma. Com certeza que não, eu estava a dormir. ACORDA!! Aquilo desperta-me. “Que cena estranha!”, penso. A entrevista prossegue. Não sei muito bem porquê, começa a falar de petroleiros e, rapidamente, acusa os condutores dos petroleiros de bêbados e diz que as tribulações destes enormes cargueiros só dormem. Vai daí, esbarram-se contra as rochas. Abro os dois olhos. Pergunto-me: “Mas que raio se passa aqui?”. ACORDA, PÁ!! Levanto-me e vou a correr tomar banho.  

radiomafia às 15:20
link do post | comentar | ver comentários (3)
Segunda-feira, 26 de Novembro de 2007

campistas

A presença de Muamar al-Kadhafi na II Cimeira EU/África, a 8 e 9 de Dezembro, em Lisboa, está a causar mais uma dor de cabeça à Missão da Presidência da UE. O dirigente máximo da Líbia que vai participar no encontro na sala Tejo do Pavilhão Atlântico, no Parque das Nações, porque se recusa a ficar num dos 11 hotéis reservados para as 127 delegações e pretende acampar.

De acordo com o Diário de Notícias, dirigente líbio quer ficar instalado na tenda que irá trazer, sendo necessário encontrar um espaço na cidade onde a instalar. As autoridades já equacionaram várias hipóteses, desde instalar a tenda nos parques da Bela Vista e do Tejo-Trancão, bem como a zona de Belém (...).

 

radiomafia às 08:48
link do post | comentar | ver comentários (2)
Sexta-feira, 23 de Novembro de 2007

profissão? (2)

 

Gráfico.

radiomafia às 08:59
link do post | comentar | ver comentários (1)
Quinta-feira, 22 de Novembro de 2007

profissão?

 

 Música.

 

 

(dedicado à J.)

radiomafia às 13:30
link do post | comentar
Segunda-feira, 19 de Novembro de 2007

Drawing with Satellites

Jeremy Wood e Hugh Pryor são dois artistas que criam formas a partir de linhas GPS.

Tipo: dão uma caminhada e no final verificam que forma resultou. Ou, ao contrário, desenham um gato ou uma letra no terreno, caminhando. E há "caminhadas" a pé, de carro, barco e até de avião. Vejam aqui.
O resultados, original, são coisas deste genero:
(a primeira imagem é na cidade do Porto)

 

 

Recentemente, estiveram em Portugal, no Porto, no Digital Media Festival. Até final de Novembro está uma exposição deles na FNAC Sta Catarina. A não perder. 

radiomafia às 12:47
link do post | comentar | ver comentários (2)
Quinta-feira, 8 de Novembro de 2007

portugal. not the country

Portugal. The Men. Assim mesmo, para evitar confusões. Rock do gelo, made in Alasca, mas podia ser em Trás-os-montes. Ou não. Confirmar aqui .
(já agora o site dos gajos). 
radiomafia às 13:02
link do post | comentar | ver comentários (2)
Sábado, 3 de Novembro de 2007

melhor que gotorade

Beber cerveja após exercício físico faz bem.
radiomafia às 18:46
link do post | comentar
Quarta-feira, 31 de Outubro de 2007

eu digital me confesso

Eu que até me considero bastante digital, sei distinguir as TIC das TAC, gosto de smileys :) e até sei conjugar os verbos da sociedade digital, como o verbo clicar, eu clico, tu clicas, ele clica clicamos clicais clicam clicava clicavas clicava clicávamos clicáveis clicavam cliquei clicaste clicou clicámos clicamos clicastes clicaram clicara clicaras clicara clicáramos clicáreis clicaram clicarei clicarás clicará clicaremos clicareis clicarão clicaria clicarias clicaria clicaríamos clicaríeis clicariam clique cliques clique cliquemos cliqueis cliquem clicasse clicasses clicasse clicássemos clicásseis clicassem clicar clicares clicar clicarmos clicardes clicarem clica clique cliquemos clicai cliquem não cliques não clique não cliquemos não cliqueis não cliquem clicar clicares clicar clicarmos clicardes clicarem, e o verbo Googlar, que gosto especialmente no gerúndio, não esperava que me perguntassem se eu iria “youtubar” as curtas-metragens vencedoras, não estava mesmo à espera, fiquei bloqueado, sem palavras, depois respirei fundo e lá respondi que talvez, que ia pensar, era uma ideia, e voltei com uma cara assim :s

radiomafia às 19:31
link do post | comentar | ver comentários (2)
Domingo, 28 de Outubro de 2007

no future

Sex Pistols -  No Future/ God Save the Qeen

Há 30 anos os Sex pistols lançavam Never mind the bolocks. E a roupa velha era reabilitada de novo.
radiomafia às 19:06
link do post | comentar

mais sobre mim

Abril 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

pesquisar

posts recentes

Polanski

fun is back

Fantas

não voltará a acontecer

there will be blood

sex out of the city

championship manager

Dakar

UFO

mozilla

arquivos

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

links

Add to Technorati Favorites
blogs SAPO

subscrever feeds